APOIO:

APOIO:
EMPRESAS AMIGAS QUE APOIAM O EVENTO DAS PERSONALIDADES DO EUSÉBIO - 2015

TV Eusébio a Tv que é a sua Cara!

segunda-feira, 1 de abril de 2013

AS ÚLTIMAS DA TV EUSÉBIO (01.04.13)

* DEPUTADO ARTUR BRUNO(PT) NA CÂMARA MUNICIPAL - O deputado federal Artur Bruno (PT) esteve presente na quinta sessão ordinária da Câmara Municipal de Eusébio, na manhã desta segunda-feira(01). Bruno acompanhou toda a sessão, bateu fotos com várias pessoas que circulavam no plenário e fez uma explanação sobre seu mandato em Brasília.


Recepcionado pelo vice-prefeito de Eusébio, Paulo César Feitosa e saudado pelos vereadores, o deputado falou das emendas que destinou para Eusébio, que "por problemas técnicos" não chegaram aos cofres do município.
Artur Bruno falou didaticamente sobre o Pré-Sal, Royaltes do Petróleo e sobre a Seca no Ceará. Argumentou sobre a vinda da presidente Dilma Roussef, nesta terça e afirmou que a pauta da visita da presidente é o anúncio de medidas de combate à estiagem e a liberação de verbas. No início de sua fala, o deputado enfatizou a expressiva votação obtida por ele em Eusébio e agradeceu de forma especial ao amigo Chico do Posto, suplente de vereador e liderança destacada no bairro Jabuti.



* INDAGAÇÕES OPORTUNAS - Todos os vereadores compareceram à sessão e participaram ativamente da palestra do deputado Artur Bruno. O vereador Roberto Rocha (PSDC) questionou sobre o problema da seca no Nordeste e sobre os altos preços dos combustíveis. O vereador Goga (PPL) ressaltou o bom trabalho do parlamentar em Brasília e falou sobre as verbas que são destinadas com uma finalidade e muitas vezes não são executadas. Já o vereador França (PRB), falou sobre o baixo poder aquisitivo do salário mínimo aprovado pelos senadores e deputados. O presidente da "Casa do Povo", vereador Tarcísio da Cultura (PSB) conduziu toda a sessão e valorizou por demais a presença de Bruno no plenário. Também foram citados na fala do deputado, a vereadora Wanda (PSB) e a presidente do SINDEUS, Mima Costa.


* PROJETOS APROVADOS - Antes da palestra do deputado federal Artur Bruno(PT), os vereadores aprovaram por unanimidade de votos, 06 projetos de decretos legislativos, todos de autoria da vereadora Wanda (PSB). Os projetos falam de denominações de ruas nas comunidades de Precabura e Mangabeira. Também foi aprovado por todos os edis, o projeto de indicação nº 02/ 2013, de autoria do vereador França (PRB), que institui o Dia "D" de combate ao consumo de Crack no município.


DAQUI A POUCO TEREMOS MAIS NOVIDADES...

3 comentários:


  1. Política

    Improbidade
    Tribunal condena a ex-secretária

    03.04.2013

    imprimir
    email

    A primeira câmara de julgamentos do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) considerou irregulares a maioria das contas julgadas durante a sessão de ontem. Ao todo foram julgados 102 processos de Prestação de Contas de Gestão, Tomada de Contas de Gestão e Tomada de Contas Especial, dos quais 61 foram julgados irregulares.

    Alguns inclusive com aplicação de nota de improbidade administrativa por ato doloso, como foi o caso do processo de responsabilidade da ex-secretária de Cultura da Prefeitura de Fortaleza, Maria de Fátima Mesquita da Silva, enquanto gestora da Fundação de Cultura da Capital cearense.

    Os maiores valores aplicados em débito e multa foram para Marta Cordeiro Fernandes Vieira, gestora do Fundo Municipal de Educação de Eusébio, em 2006, que foi condenada ao pagamento de multa no valor de R$ 88.320,00 e terá que devolver aos cofres do município o valor correspondente a um débito apurado, da ordem de R$ 447.785,00. Em função das irregularidades constatadas foi aplicada nota de improbidade administrativa por ato doloso.

    Ariosvaldo Saldanha Saraiva, gestor do Fundo de Saúde do município de Jaguaretama, em 2008, também teve as contas que apresentou julgadas irregulares, com nota de improbidade administrativa por ato doloso. Ele foi multado em R$ 1.064,10 mas o débito de R$ 418.026,00.

    A maioria dos casos em que a primeira câmara do TCM considera o ato do gestor como doloso referem-se a ausência ou irregularidades em licitações, quando o valor é superior a R$ 40.000,00. No caso da secretária de obras de Tamboril em 2007, Melissa Sousa, por superfaturamento de obras, a ela foi imputado um débito de R$ 133.006,00 e multa de R$ 25.538,00.

    Fortaleza

    Maria de Fátima Mesquita da Silva, gestora da Fundação de Cultura, Esporte e Turismo de Fortaleza (Funcet), em 2009, também teve suas contas julgadas irregulares, com nota de improbidade administrativa por ato doloso. A multa aplicada a ela foi de R$ 13.301,00 sem imputação de débito.

    A gestora da Secretaria Regional III (Fortaleza), Olinda Maria dos Santos, teve as contas que apresentou, relativas ao exercício de 2009, julgadas irregulares, sem nota de improbidade, sendo a multa de R$ 5.320. As contas do Fundo de Defesa do Meio Ambiente de Fortaleza, em 2009, também foram julgadas ontem. Para o mesmo exercício foram julgados regular um processo de Daniela Valente e outro de Deodato Ramalho como regulares com ressalva.

    ResponderExcluir
  2. QUE VERGONHA PARA O MUNICÍPIO QUE SE DIZ EXCELÊNCIA EM GESTÃO HONESTA, KKKKK SÓ SE FOR DANDO GARGALHADA, O PIOR, ISSO É SÓ UM COMEÇO DE MUITAS ROUBALHEIRAS ADMINISTRATIVAS.RAFAELA ....

    ResponderExcluir
  3. Meu amigo alano nao sei se vc sabe mas foi aprovado pelo pleito passsado lei q so poderá ser mudada em 2015.1 vereador por vez na presidencia nessa mandato nao pode mas ser mudado por tanto 1 ano sem reeleição.e diga se projeto do otario da cultura ele mesmo quiz assim portanto tirem seus cavalos da chuva proximo presidente nonato xilito na cabeça quem q apoostar comigo.

    ResponderExcluir