APOIO:

APOIO:
EMPRESAS AMIGAS QUE APOIAM O EVENTO DAS PERSONALIDADES DO EUSÉBIO - 2015

TV Eusébio a Tv que é a sua Cara!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

CRIME NÃO TEVE CONOTAÇÃO POLÍTICA

A titular da Delegacia Metropolitana do Eusébio, delegada Ana Lúcia Almeida, descartou a possibilidade de que o atentado à um veículo de modelo Gol, que deixou quatro pessoas feridas, no último dia 7 de setembro, tenha motivações políticas, conforme foi ventilado na época do fato.

Delegada Ana Lúcia Almeida ouviu testemunhas do caso e descartou a conotação política FOTO: KIKO SILVA

Segundo Ana Lúcia, os depoimentos das testemunhas foram decisivos para que a Polícia concluísse que dois dos ocupantes do carro abordado tinham envolvimento com o tráfico de drogas e seriam mortos por conta disso.

Até agora, 14 pessoas foram ouvidas. A delegada afirmou que uma delas disse ter mantido contato com um traficante da área e ele teria lhe revelado seu plano. "No depoimento, uma pessoa que não pode ter a identidade revelada, disse que dois dos rapazes baleados tinham envolvimento com o tráfico e um deles devia uma quantia razoável ao traficante, que planejou todo o crime", concluiu.

Drogas
Ainda segundo a Polícia, outras pessoas ouvidas afirmaram que realmente havia o envolvimento dos jovens com venda de entorpecentes. O mandante do crime já foi identificado, mas o autor material não. Quatro pessoas retornavam de um comício, na localidade de Cararu, em direção ao Centro do Eusébio, quando foram interceptadas na localidade de Mangabeira por um Corsa, de cor preta, que permanece sem identificação precisa.

Os ocupantes do Corsa desceram e dispararam 30 vezes, com um pistolas de calibre 380, contra os quatro rapazes. José Igor Lopes Araújo, 21, foi o mais atingido pelos tiros, sendo i alvejado quatro vezes. Ele ainda está hospitalizado, mas não corre mais risco de morte.

Ana Lúcia Almeida afirmou que as investigações continuam para que os autores do atentado sejam presos. Os envolvidos deverão ser indiciados pelos crimes de tentativa de homicídio e lesão corporal grave.
FONTE: DN

SINDEUS COBRA PORTARIA DE PROFESSORE(A)S

SINDEUS reivindica e cobra um posicionamento da Prefeitura Municipal de Eusébio acerca das PORTARIAS DE AMPLIAÇÃO DE CARGA HORÁRIA, objeto que fora peticionado através dos ofícios nº 69, 70 e 71/2012 por meio desta entidade sindical. Vale ressaltar ainda, que no documento supracitado fora enfatizado a inquestionável Lei nº 1.061 (13/12/12) em seu art. 2º que diz que os mesmos já deveriam tê-las em mãos, conforme citação abaixo:


§ 1º A solicitação uma vez feita pelo servidor, ATRAVÉS DE REQUERIMENTO PROTOCOLADO JUNTO À SECRETARIA na qual está lotado, deverá ser analisada e AUTORIZADA PELO CHEFE DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, OFICIALIZADA ATRAVÉS DE PORTARIA, e terá caráter irrevogável caracterizando-se como definitiva a ampliação.

Portanto,

PORTARIA JÁ!!!!!!!!!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário